SPIP

[ar] [ast] [bg] [br] [ca] [co] [cpf] [cs] [da] [de] [en] [eo] [es] [eu] [fa] [fon] [fr] [gl] [id] [it] [ja] [lb] [nl] [oc] [pl] [pt] [ro] [ru] [sk] [sv] [tr] [uk] [vi] [zh] Espace de traduction

Download
Página inicial > Documentação em português > Usar o SPIP > Guia do redator > Inserir fórmulas matemáticas em LaTEX

Inserir fórmulas matemáticas em LaTEX

Novembro de 2012

Todas as versões desta matéria:


[SPIP 1.8] introduziu uma potente funcionalidade que permite a inserção de fórmulas matemáticas complexas no texto, usando a sintaxe de TEX/LaTEX.

Esta funcionalidade permite, por exemplo, exibir uma fórmula como esta:

{\displaystyle z=\left( \frac {e^{i\theta}+e^{-i\theta}}{2}\right)^2  +\left(\frac{e^{i\theta}-e^{-i\theta}}{2i} \right)^2}

codificando-a diretamente no texto, usando TEX.

Atenção: a utilização deste método exige, evidentemente, conhecimento da síntaxe das fórmulas em TEX. Síntaxe que não é simples... [1]

Imagens no texto

O princípio técnico deste método consiste em transformar cada uma das fórumlas em imagem, imagem que é, em seguida, exibida no texto. É, na realidade, o método mais simples e eficaz para exibir fórmulas matemáticas complexas numa página Web.

Por enquanto, a exibição de fórmulas matemáticas em páginas Web usando o padrão MathML não é absolutamente viável, sendo a implementação do MathML nos navegadores completamente errática. A solução adotada pelo SPIP (a integração de imagens representando as fórmulas) é atualmente a única que garante que todos os visitantes de um site vejam corretamente as fórmulas matemáticas.

É importante compreender que, no SPIP, apenas as fórmulas são tranformadas. Está fora de questão, particularmente, o uso das macro-funções de TEX para realizar a diagramação do documento. Trata-se de uma ferramenta destinada a integrar fórmulas matemáticas dentro de um documento codificado de acordo com as práticas do SPIP.

Síntaxe no SPIP

A síntaxe no SPIP consiste em colocar a parte de texto relevante entre as pseudo-tags a seguir:

<math>
    ...
    Aqui entra a fórmula matemática...
    ...
</math>

Como apenas as fórmulas matemáticas são processadas, pode-se na realidade incluir <math>...</math> de modo muito amplo (ou seja: pode-se incluir <math> logo no início do texto, e </math> no final...).

A única incompatibilidade ocorre no caso de se desejar exibir o caracter «cifrão» ($) no texto, já que este símbolo é usado para delimitar as fórmulas. (É a razão, na realidade, de existirem os códigos <math></math>.)

No interior destas pseudo-tags, codifica-se as fórmulas matematicas de acordo com as normas do TEX, envolvendo-as com cifrões $ (ou duplos cifrões $$ para as fórmulas centradas).

Veja, abaixo, um exemplo:

Pode-se montar frações, tais como: {1\over z}, {1\over\displaystyle 1+{1\over x}} usar letras gregas: \alpha, \beta, \gamma, \Gamma, \varphi apresentar um sistema de equações:

\left\{\begin{array}{rcl} z&=&2x+3y-24\\10x+7y&=&78\\10x+5y&=&70\\\end{array}\right

centrar fórmulas complexas:

\left|{1\over N}\sum_{n=1}^N \gamma(u_n)-{1\over 2\pi}\int_0^{2\pi}\gamma(t){\rm d}t\right| \le {\varepsilon\over 3}.

que podem ser codificadas assim:

<math>
Pode-se montar frações, tais como: ${1\over z}$, ${1\over\displaystyle 1+{1\over x}}$
_ usar letras gregas: $\alpha$, $\beta$, $\gamma$, $\Gamma$, $\varphi$
_ apresentar um sistema de equações:
$$\left\{\begin{array}{rcl} z&=&2x+3y-24\\10x+7y&=&78\\10x+5y&=&70\\\end{array}\right$$
_ centrar fórmulas complexas:
$$\left|{1\over N}\sum_{n=1}^N \gamma(u_n)-{1\over 2\pi}\int_0^{2\pi}\gamma(t){\rm d}t\right| \le {\varepsilon\over 3}.$$
</math>

O sistema está limitado à exibição de fórmulas matemáticas. Assim, todas as outras funções de TEX são desativadas. Particularmente, não é possível definir as suas próprias macros (\def...{...} não está disponível) e as macros usadas fora das fórmulas matemáticas não serão reconhecidas. Durante o uso, outras limitações poderão ser encontradas, lembrando-se que o objetivo é o de integrar fórmulas matemáticas nos seus textos, e nada mais...

Para os webmasters

As equações são tratadas em modo cliente-servidor: as fórmulas são enviadas a um servidor, que retorna ao seu site as imagens dessas equações. (Evidentemente, os arquivos são gravados no seu sistema, e a troca só se dá uma única vez por equação.)

Para mais informações sobre o sistema usado, poderá consultar as páginas do Wiki em LaTeX e os servidores LaTeX. Você encontrará especialmente as explicações para montar o seu próprio servidor de equações, para não ficar dependendo do nosso servidor central.

Observações


Visualizar o template desta página Site realizado com SPIP | Espace de traduction | Espaço privado